Para falarmos de funcionalidade do idoso, precisamos entender qual a diferença entre autonomia e independência?

Autonomia: é a capacidade individual de decisões e comando sobre as ações, estabelecendo e seguindo as próprias convicções.

Exemplo: O idoso pode decidir como usará seu dinheiro, qual roupa usar, o que irá comer.

Independência: é a capacidade individual de executar algo com os próprios meios, sem ajuda de outra pessoa.

Exemplo: Ir ao mercado sozinho, usar o telefone, preparar a própria refeição.

A avaliação da capacidade funcional permite atender as demandas específicas do indivíduo, norteando seu plano de cuidado, identificando riscos e prevenindo prejuízos na qualidade de vida do idoso!